Loading...

Sobre a cidade

"Ela [a cidade] torna-se produtiva (meio de produção), inicialmente, aproximando os elementos da produção uns dos outros. Ela reúne tod...

"Ela [a cidade] torna-se produtiva (meio de produção), inicialmente, aproximando os elementos da produção uns dos outros. Ela reúne todos os mercados (inventário que já fizemos: o mercado dos produtos da agricultura e da indústria – os mercados locais, regionais, nacionais mundiais – o mercado dos capitais, o do trabalho, o do próprio solo, o dos signos e símbolos). A cidade atrai para si tudo o que nasce, da natureza e do trabalho, noutros lugares: frutos e objetos, produtos e produtores, obras e criações, atividades e situações. O que ela cria? Nada. Ela centraliza as criações. E, no entanto, ela cria tudo. Nada existe sem troca, sem aproximação, sem proximidade, isto é, sem relações. Ela cria uma situação, a situação urbana, onde as coisas diferentes advêm umas das outras e não existem separadamente, mas segundo as diferenças" (LEFEBVRE, 1999 p.110-11).

Esta passagem me pareceu um bom ponto de partida para problematizações sobre as expressões da luta de classes no uso do espaço urbado. A publicidade e as manifestações. O comércio informal. Feiras, etc.
Trechos 763372402631134036

Postar um comentário

Página inicial item

Escolha o Idioma

Roberto Coelho do Carmo

Fotos Flickr

Serviço Social

Popular Posts